sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Tadzios au cinéma

Ele era mais bonito do que as palavras podiam exprimir, e Aschenbach sentiu dolorosamente, como tantas vezes antes, que a linguagem pode apenas louvar, mas não reproduzir, a beleza que toca os sentidos. (...) Tadzio sorriu; (...) E recostando-se, com os braços caídos, transbordando de emoção, tremendo repetidamente, segredou a formulação tradicional do desejo - impossível, absurda, abjecta, idiota mas sagrada, e mesmo neste caso honrada: "Amo-te!" (Morte em Veneza, Thomas Mann)

Há muitos Tadzios perambulando o mundo. E, assim como Tadzios, também Aschenbachs. Falemos de Tadzios do mundo cinematográfico... Vamos descobrir alguns belos rapazes que, como Tadzio, foram capazes de "iluminar os olhos" de cada Gustav-Telespectador.
Que comecemos, pois, por Stanley (Marlon Brando):


Uma Rua Chamada Pecado, 1951


O Tadzio selvagem, mas romântico.
"A criação da beleza e pureza é um ato espiritual. (Morte em Veneza)"

Depois, se não for muito, podemos passear pela floresta com o Tarzan (Johnny Weissmuller):

Tarzan, o Homem Macaco, 1932

O Tadzio à beira do mundo.

"Você não pode alcançar o espírito com os sentidos. Você não pode. É pela dominação completa dos sentidos que você pode sempre alcançar a sabedoria, a verdade e a dignidade humana. (Morte em Veneza)"

E o Tadzio adormecido (Jean Marais)?:


Le Dormeur, 1945


No meio da vida-luta, o Tadzio guerreiro, Ben-Hur (Charlton Heston) :

Ben-Hur, 1959

"Ó beleza! Onde está tua verdade? (Shakespeare)"

"Quem possui a faculdade de ver a beleza, não envelhece (Kafka)."

Impressionante que só ele, Cary Grant é o Tadzio elegante, imortal e que não envelhece:

This is The Night, 1932

O Tadzio eletrizante, Clyde Barrow (Warren Beatty):



Bonnie e Clyde, 1967

E, o mais inesquecível de todos... Embora nunca tenha visto algum filme com ele :

O...... Tadzio. Simplesmente Tadzio.
"... Se eles são bonitos, sou Alain Delon... (Balada do Louco- Os Mutantes)"


É claro que há, como já disse, infinitos Tadzios por aí. Esses foram alguns que marcaram a belle époque do cinema, no minha humilde opinião. Um raro momento noir. Uma metáfora significativa da beleza que transporta Morte em Veneza para a realidade, contraste rico aprovado por Hurssel.

E agora, que tal fazer a sua lista de Tadzios?

Despeço-me, agora, com uma xícara de café e de olho em vários DVD's.

[Baseado nos livros Les Hommes Objets au cinéma, de Laurent Jullier/Jean-Marc Leveratto e Morte em Veneza, de Thomas Mann]

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Um beijo de arte na boca do lixo


O lixo que eu faço é a aquarela dos que vivem à beira do mundo.
Um mashup desde Vênus a Marte.
O resquício-arte.
O resto do vício pousando na metralha como em mar profundo...


terça-feira, 25 de janeiro de 2011

As 10 coisas memoráveis que já fiz na vida....



Ao fim de uma tarde chuvosa de verão, tive um insight de elaborar uma pequena lista - das 10 coisas memoráveis que já fiz na vida. Nem sei exatamente o motivo, mas como diria Crayencour.. "Quando se gosta da vida, gosta-se do passado, porque ele é o presente tal como sobreviveu na memória humana"...
Bem, sem mais delongas, vamos à lista! (Não está na ordem de importância)

. 1 - Cair do teleférico do Hotel Fazenda Portal de Gravatá.

Um feito inédito e hilário porque tinha uma platéia modesta, talvez umas vinte pessoas, gritando frases de incentivo porque eu tava com medo de pular lá de cima.. Bem, o resultado foi que meu medo não era infundado.

. 2 - Passar uma madrugada de Reveillon jogando...cartas!

Altamente recomendável pra quem não tem mais nada a fazer e quer saudar o novo ano metido em uma aposta.

. 3 - Achar que Sherlock Holmes realmente existiu.

Não, não é pior do que acreditar em Papai Noel.

. 4 - Avistar OVNIS no céu de Enseada dos Corais.

Nisso só acredita quem viu, óbvio. Esse fato é comum de acontecer por lá... Todas as vezes em que vi algo estranho cruzar o céu foram à noite. Não minto, tenho testemunhas em minha defesa.

. 5 - Ver o contorno da costa francesa do alto. No avião.

Uma das coisas mais belas que eu já fiz. Foi aí que comecei a acreditar mais nos cartógrafos... É realmente impressionante ver um pedaço do mapa-múndi em tempo real.

. 6 - Assistir ao O Fantasma da Ópera, em Londres.

"In sleep he sang to me / In dreams he came / That voice which calls to me / And speaks my name..."
"Say you'll love me every waking moment / turn my head with talk of summertime. Say you need me with you now and always / promise me that all you say is true / that's all I ask of you."

A história mais fantástica e apaixonante que já ouvi. As músicas mais belas reunidas num show de interpretação dramática! Todo mundo deveria assistir a esse espetáculo maravilhoso!

. 7 - Perder-me no Louvre.

Não é um museu, é um palácio. Quando eu vi aquela pirâmide de vidro, ali no centro, eu senti um estalo que me dizia "Você conseguiu, você está no Louvre. Você está perto das maiores obras de arte do mundo!" Aí, não teve jeito. Eu corri e ansiosa como estava pra ver tudo - eu imaginava ser possível, rá, tolice de quem fica deslumbrado com a "first visit - acabei me perdendo do grupo e fiquei completamente sozinha naquele mundo. Outro mundo, realmente. Vi a Mona Lisa, a Vênus, quadros de Rafael, Delacroix... O Código de Hammurábi- Um dos primeiros códigos da humanidade, pedaços de pirâmides- Sim! Eu não sei como conseguiram transportar um pedaço de uma pirâmide do Egito pra lá- pecado! Mas que pecado bonito de se ver. Ah, é claro que eu me encontrei com meu grupo no final. Se não, nem sei onde estaria agora rsrsrs

. 8 - Conhecer o salão, as escadarias e o campo de quadribol de Hogwarts.

Seria mais interessante se eu estivesse devidamente vestida..rsrs.. Foram alguns cenários dos filmes de Harry Potter. Isso foi em Oxford, Christ Church- A faculdade principal da Universidade de Oxford, construída em 1546, frequentada por Lewis Carroll, Einstein e outros "genius"...

. 9 - Entrar no Big Ben.

Nada de interessante por dentro. Só escadarias, cordas, maquinário e sinos. Mas é divertido ver os bastidores do relógio que nunca pára.

. 10 - Enlouquecer em Amsterdam.

Sem comentários!!!!!!